Em 1992, um grupo de ativistas comunitários de S. Paulo se sensibilizou diante do empobrecimento de parte da população paulistana, especialmente no que tangia a aqueles que, em uma condição econômica muito desfavorável, inclusive sem recursos financeiros para suas necessidades básicas de alimentação. Em homenagem ao 90º aniversário do Rebe de Lubavitch, Rabi Menachem Mendel Schneersohn, um líder mundial judaico que pregou o amor fraternal entre os seres humanos, ensinou que vivemos em um mundo onde as ações são de extrema importância e desenvolveu uma série de programas de caridade, nasceu a Instituição Beneficente Israelita Ten Yad, que significa “estender a mão”, em hebraico.

 

Com uma estrutura simples, mas totalmente focada na qualidade e na filosofia do fazer o bem, o Ten Yad iniciou suas atividades em maio de 1992 no primeiro andar de um imóvel alugado na Rua Ribeiro de Lima no Bom Retiro em S. Paulo, com uma cozinha e um tablado sobre dois cavaletes como mesa. O espaço foi intitulado “Refeitório Eshel Menachem” (Eshel é o acróstico de três palavras em hebraico: comer, beber, acompanhar).

 

Mesmo com esse começo humilde, a instituição já desenvolveu os parâmetros que norteariam os 20 anos seguintes e que consagrariam suas ações: uma seleção sigilosa de assistidos, com entrevistas realizadas por assistentes sociais e, antes de tudo, respeito total aos usuários.

 

Em 1994, o Ten Yad conseguiu mais um andar do imóvel e montou uma sala de convivência para os beneficiados, que oferecia programa de atividades culturais e recreativas. Neste mesmo ano, o Serviço Social constatou significativa demanda de pessoas impossibilitadas de ir ao refeitório devido a problemas de locomoção. Foi criado um programa inédito e pioneiro, o Refeições Sobre Rodas – “Meals on Wheels” que levava refeição completa até as residências dos assistidos.

 

Entre 1997 e 1998, estudos minuciosos promovidos pela instituição, revelaram o que foi denominado de ‘nova pobreza”, com uma população de famílias mais jovens. Foram desenvolvidos então os programas Kit Laticínios, Kit Carne e Cesta Básica e outras modalidades na área de alimentação como o Cartão Alimentação.

 

Em 2000, criou-se o Programa Weekend Delivery no sentido de preservar no fim de semana, os alimentos típicos do Shabat, importante celebração semanal da cultura judaica. No mesmo ano, o Governo do Estado de S. Paulo, através da Secretaria da Agricultura e Abastecimento, chamou o Ten Yad para desenvolverem juntos o restaurante popular Bom Prato na carente região da Baixada do Glicério. Também a Prefeitura do município de S. Paulo, inicialmente com a Secretaria da Saúde e posteriormente através da Secretaria da Assistência e Desenvolvimento Social firmou parceria com a instituição no Programa Segurança Alimentar Domiciliar para Idosos, adotando o know how do Ten Yad no Programa Refeição sobre Rodas.

 

Todo o esforço e busca pela qualidade levou o Ten Yad a ser agraciado em 1999, 2002, 2005 e 2006 com o Prêmio Bem Eficiente outorgado pela Kanitz & Associados às 50 melhores organizações por suas gestões exemplares e com o ISO 9001:2008 que rege uma série de normas que estabelecem uma gestão de qualidade à instituição. O Refeitório Comunitário do Ten Yad e o programa Refeições sobre Rodas também foram destaques no prêmio Betinho da Câmara Municipal de S.Paulo em 2004 e em 2011, figurando entre os cinco melhores programas assistenciais da cidade.

 

O Ten Yad está, desde dezembro de 2011, operando em sede própria no Bom Retiro e com a adição de mais um edifício em 2018. A sede do Ten Yad conta com moderna estrutura para aulas de artes, ginástica e música, consultório oftalmológico, cabelereiro e ainda uma panificadora e uma padaria, integrando mais seus usuários e assistidos e apresentando mais possibilidades para uma vida plena e feliz.

 

Graças ao intenso carinho, dedicação e generosidade dos mantenedores, doadores, voluntários, funcionários e de sua diretoria, a instituição continua ainda com mais vigor, honrando com os compromissos assumidos nos ‘Objetivos de Milênio’ da ONU: erradicar a fome e a miséria e dar dignidade à vida de muitos necessitados.